domingo, 15 de novembro de 2009

Meus Lugares

Meu interior é cidade grande
Meu exterior é vida de campo
Meu quintal é o mundo
Meu jardim é você
Meu subúrbio tem arte
Meus locais ermos são iluminados
Minhas favelas são comunidades
Meu parque tem coreto
fanfarra
primeiro beijo

Minha estrada tem palmeiras
Meus cantos, sabiás
Minhas alamedas tem gorjeios
Meu ali é como lá

Como todo lugar, como lugar nenhum

Mas

Meu deserto tem óasis
Meus mares tem amores
Meu espaço é infinito
Minha galáxia é próxima
Meu universo é unir versos

Orbitando você

3 comentários:

Elis144 disse...

Muito legal esta poesia!!!!
O Igor é muito animado, ele dá um up na casa, é isso aí Igor!!!
Elis144@hotmail.com

SANTISTÍSSIMA® disse...

É a emoção em forma de ser humano. Um ser, humano, carinho rondando nosso espaço. Ai Igor, você realmente orbita nossa sensibilidade!!

Lu Sarney disse...

"Meu universo é unir versos" Fantástica essa passagem. Só elaa já vale o poema todo! Parabéns